MãoFina

Novembro 01 2009

Facto: um amigo escuta as tuas ofensas e censuras ao meu nome.

 

Resposta a um bufa cobarde:

~~~Oh, bufa bufinha, enquanto sem esforço exorcizavas as tuas frustrações a meu respeito, reparaste na nossa grande diferença? TU FALAS NA MINHA AUSÊNCIA, EU IGNORO A TUA EXISTÊNCIA!

~~~ Anos, muitos anos passaram, e tu ainda me lembras. Que venham muitos mais e continuarei a esquecer-me do teu nome, recordado apenas nestes momentos em que te dispersas num intenso cheiro a vergonha, falta de carácter, ausência de horizontes, enfim, tu sabes do que falo, essa coisinha fofinha baptizada de VIDA PRÓPRIA!

~~~ Contaram-me o que contaste, mas não te vou contar o que me contaram, apenas quero que saibas que eu ri, rindo ri, sabes porquê? Que pergunta a minha, és um bufa, como podes tu saber. Não, não fiques perturbado, eu desvendo-te o mistério: porque as PALAVRAS que DITAS aos CUS, ELES engolem e TRANSFORMAM EM MERDA!

~~~ Bufa bufinha, está na hora de enfrentares a tua fobia aos olhos, é verdade que eles nunca te peidarão, mas muito te ensinarão. Tenho dito!

 

P.S.: Com a participação de F. (V.N.), no papel de bufa bufinha.

 

 

Por MãoFina às 15:42

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



contra indicações: cócegas e palmadas
mais sobre mim
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
14

15
21

22
23
24
26
28



links
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO