MãoFina

Novembro 12 2011

Há algo que importa partilhar: o Sonho. O sonho de liberdade e de melhorar isto, exterminando a sensação de autodestruição eminente. Seria fácil recusar a sociedade, porém nessa ilusão ficaria só a ténue imagem de um mundo meu e os egos cansam.

 

Se estamos insatisfeitos com um sistema, este muda-se no núcleo nunca nas margens. Sabendo que ao esticarmos o dedo acabamos por encontrar o espelho, pelo que é um gesto inútil. A culpa não é o outro. A mudança somos nós com os outros.

 

Depois dos clichés, vem o tal sonho. O meu era em Portugal. Não que o isole porque todas as fronteiras são fictícias, mas esta é a minha terra e cansei-me de a condenar.

 

Os recursos são muitos e não, não falo nessa invenção que é o dinheiro, falo em gente que sabe e coisas que existem. Então, o sonho era montar uma organização onde se eliminassem as hierarquias, houvesse igualdade salarial, se estabelecesse uma relação de proximidade com o cliente e onde o ser-se livre fosse valorizado.

 

Agora vêm as ideias. Encontrem alguém com quem partilhem a mesma filosofia de vida. Pensem em opções viáveis, mesmo que o objectivo seja uma agência de viagens aeroespaciais, comecem por algo que esteja relacionado mas implique menos investimento inicial, como fabricar telescópios. Inovem e mantenham-se sustentáveis, o objectivo acabará por acontecer.

 

Antes de avançarem, esqueçam a treta dos estudos de mercado, testem a ideia. Façam uma página no facebook, criem uma newsletter, partilhem com amigos. Se tiverem resultados, então força, caso contrário, ideias há muitas.

 

A parte que dói é o financiamento. Neste momento necessitam de cerca de 370€ para dar início de actividade, acabou a obrigatoriedade dos 5000€. Calculem quanto vão necessitar em  termos de equipamento, espaço, contabilista e recorram aos vossos familiares, amigos ou a este site .  Esgotadas as alternativas, avancem então na demanda do crédito, podem optar pelo microcrédito ou por um crédito pessoal consoante o tempo que estejam dispostos a esperar, mas jamais a uma financeira.

 

É importante referir no que respeita ao espaço, que caso não se trate de algo que necessite estar aberto ao público, podem ter um escritório apenas para reunir com os clientes/fornecedores. Existem muitas soluções até 50€ mensais como esta, considerando que vão necessitar de uma sede. O local de trabalho numa fase inicial pode ser num espaço que já tenham, como uma divisão a mais, uma garagem entre outras soluções que impliquem pouco ou nenhum investimento.

 

Depois de darem início à actividade, encontrem parcerias porque se tal evitar um investimento inicial, por exemplo em equipamento, vai ser produtivo e além disso possibilita desenvolver sinergias. De salientar, cada vez mais elas são fundamentais.

 

Por fim, construam uma imagem sólida, façam um bom site e não se deixem corromper. Permaneçam sempre como equipa e alimentem a criatividade porque caso a aposta na inovação não exista, a empresa será efémera, assim como na sustantentabilidade. O pilar é um mundo melhor e a era do “planned obsolescence” já está ultrapassada. Necessitamos de voltar a construir uma perspectiva de equilíbrio.

 

Agora só falta divulgar  e os mecanismos sao muitos: desde o google adwords às redes sociais e o passa palavra.

 

Espero ter ajudado e aproveito para vos convidar a conhecer o Sonho: InkRoad.

 

Ass: C. 

 

 

Partilhar

 

 

 


De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



contra indicações: cócegas e palmadas
mais sobre mim
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
14
15
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


links
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO