MãoFina

Maio 12 2010

Andava eu de cu em cu e pimbas: vejo-me encurralado sem espaço para me libertar com convicção! Mas num rasgo de inspiração pulo rego fora e corro pelas moléculas de ar. Na fuga deparo-me com mais e mais e mais, tantos, muitos cus... O que seria? foi entao que na minha linha de horizonte vejo um "sinhori pequenini" a esticar as artérias num adeus e sai-lhe um peido sonoro com cheiro a inocência roubada, a injustiça, a hipocrisia, ou seja, cheiro a merda, mas merda de ouro e aquele mar de gente aplaudia chorava e ignorava. Imaginei na minha loucura de peido que é apenas loucura de peido: e se todos eles, as centenas, centrassem aquela energia em cagar uma merda diferente, uma merda construtiva, a merda de um mundo melhor ao invés de idolatrarem mais um simples cu que caga pelo mesmo buraco que todos eles? Porém a resposta acabou por me ser iluminada através da divindade das palavras que se seguem: "estou a ligar-te porque estou em Lisboa e adivinha quem passou agora mesmo por mim? sim, sim, o pai e rezei por ti!" -  Afinal o papa é o papá. Que ignorância à minha quando acreditei que rezassem ao deus deles, ao que parece esse hà muito que foi substituido por outros deuses: deus dinheiro, deus guerra, deus corrupção, deus inquisição, deus pedofilia ...e a lista contínua ao critério das divindades.


contra indicações: cócegas e palmadas
mais sobre mim
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
26
27
28
29

30
31


links
pesquisar
 
blogs SAPO