MãoFina

Janeiro 15 2009
~~~~Num qualquer dia, deparei-me com algumas cassetes tatuadas na minha pele. Aí se instalaram sem que eu me recorde quando as desenhara. Possuíam umas quantas líricas, na sua maioria melancólicas, romanticamente lamexas e vomitavam saudosismos. Insistiam em tocar infinitamente sempre as mesmas melodias, uma chatice!
~~~~Louca e cansada, aprendi a coabitar com as minhas cassetes. Era inevitável, não poderia descarnar a pele, seria muito inestético passear pelas ruas e ruelas da capital em carne viva.
~~~~Pois, parece existir nas cassetes uma qualquer metáfora, talvez exista...existirá?
Ass.: C.
Por MãoFina às 21:05

contra indicações: cócegas e palmadas
mais sobre mim
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
17

18
19
20
21
22
23
24

26
28
29
30
31


links
pesquisar
 
blogs SAPO